METAMORFOSE

00:14



Seus pensamentos calaram as vozes ao seu redor e nesse momento o que ela mais queria era sair daquele lugar. Ela queria descansar, uma xícara de chá e alguém com quem pudesse conversar.

Sim ela queria desabafar, queria contar a alguém todos os seus problemas, tudo o que estava se obrigando a passar, tudo o que perdera, todos os motivos de suas lágrimas e o principal, ela queria esquecer aqueles momentos horríveis que tendem a assombrá-lá durante a noite.

Ela precisava se livrar do peso de sua própria solidão, daquela angústia miserável, da escuridão que as suas mágoas a colocaram, da dor de sua tristeza, da decadência que se encontrava e de todo aquele maldito sofrimento que a cercava.

Ela ainda se lembrava da menina feliz que um dia fora, do vestido florido que amava usar, do seu All Star surrado, dos seus longos cabelos castanhos com as pontas loiras, daquele batom vermelho que preenchia todo os seus lábios perfeitamente desenhados e que combinavam com aqueles lindos olhos castanhos claros.

 Sua imagem refletida no espelho daquele banheiro só mostrava sua pobre alma amargurada, já não era possível visualizar vestígios dos seu lindo sorriso e sua aparência cansada só a distanciava ainda mais da menina sonhadora que um dia eu conhecera. 

Aquela menina que acreditava no amor verdadeiro, que não ligava para a opinião alheia, que era rodeada de amigos, que sorria por qualquer motivo, que se achava bela e possuía uma confiança inabalável, que fazia planos para o seu futuro e que vivia a sua vida intensamente e não tinha medo do amanhã.

E eu sabia que a culpa de toda essa loucura era minha, eu sabia que eu a transformá-lá naquele ser e eu sabia que as consequências dos meus atos ainda viriam da pior forma possível. Eu sentia que aquela metamorfose um dia acabaria e ali, morreria uma menina e nasceria uma mulher.


Luana Oliveira

You Might Also Like

2 comentários